30 de novembro de 2009

Fly me to the moon

Transatlânticos perfilados para observar o brinde vermelho entre os nossos copos de vinho

Neste Inverno, uma varanda nocturna e o Tejo caminho imenso flanqueado a luz de velas

enquanto o Sr. Tony Bennet canta "Fly me to the Moon" e eu sou todo esperança
                                                                          
                                                                                 




"Fly me to the moon
and let me play among the stars
Let me see what Spring is like
on Jupiter and Mars


In other words...Hold my hand
In other words...Darling kiss me"

2 comentários:

  1. E ficava-se assim. Muito tempo. Num abraço talvez, enquanto se tenta (quase, quase) parar o tempo.

    ResponderEliminar